terça-feira, 28 de setembro de 2010

Lembro do tempo que as pessoas adoravam , admiravam seus representantes, sou jovem, obviamente não vivi naquela época, mas aprendi com os meus pais e herdei deles a paixão pela política, e posso dizer honestamente, que nenhum ídolo do Rock ou ator famoso, me fez sentir a emoção que senti ontem quando apertei a mão do meu futuro Senador. com certeza ele não deve saber nem que eu existo, e tentei não demonstrar nenhuma reação, para que ninguem pensasse que eu queria algo em troca, sabe como é época de eleição, na frente do candidato todo mundo chora e quer aparecer. Eu guardei pra mim, tudo que senti no momento, por ter a honra de estar perto dele. O cara é iluminado!
Ele nunca vai saber o quanto eu o admiro e nunca vai ver minhas capas de caderno com as fotos dele, mas com certeza eu nunca vou esquece lo.

sábado, 25 de setembro de 2010

A Hora da Dieta



Segunda feira é o dia internacional da dieta! Mas desta vez eu não posso esperar segunda feira, sabe quando agente chega em um momento daqueles que é tudo ou nada? Ou é agora ou nunca mais, pois é eu preciso emagrecer, não posso mais me esconder atrás de uma carinha bonita, obesidade é coisa séria, e eu já tive 150 kilos, não quero voltar a ser como antes, e pode acreditar, tudo começa com um kilinho hoje, outro amanhã e quando abrimos os olhos já estamos com 20 kilos a mais.

Eu me considero uma mulher bonita, sei dos meus encantos, mas não quero estragar minha vida, me entupir de gordura, perder meus sonhos e minhas oportunidades,

Oh Deus, como eu odeio a gordura, a obesidade é a praga do século, não importa quantas gordinhas exibam as suas curvas arredondadas e se digam orgulhosas de suas banhas, o que esta por trás disso não é nada bonito.

Eu preciso emagrecer pra me sentir completa, e sei que ninguém pode fazer isso por mim, mas fechar a boca é tão difícil, principalmente quando não se tem outros motivos para sorrir, hoje me peguei agarrada a um xis, por um curto espaço de tempo éramos só eu e ele, uma relação doentia, eu totalmente entregue á aquele pedaço de pão, e tudo isso porque? Só porque o telefone dele estava desligado, horas depois fiquei sabendo que a bateria tinha acabado, mas pra mim foi um sofrimento tão grande, eu senti tanta pena de mim, pobre menina gorda e sozinha, só a comida me entendia naquela hora.

Eu não quero mais isso pra mim, Domingo, 25 de setembro, guardem bem essa data, estou começando pela milésima vez minha dieta, mas algo me diz que desta vez vai ser diferente......


quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Para as apaixonadas de plantão.....


Fica a dica... assistam esse filme é o Máximo!!!!!!!! ai vai a letra da música, mas só depois de assistir vocês vão saber porque eu estou sonhando acordada... coisas de quem está apaixonada.... hehe estou mesmo.



Encantada - That's How You Know

(A Capella, Giselle)
How does she know you love her?
How does she know she's yours?
(Marlon Saunders - Calypso Singer)
How does she know that you love her?
(Giselle)
How do you show her you love her?
(Together)
How does she know that you really
really
Truly love her?
How does she know that you love her?
How do you show her that you love her?
How does she know that you really really truly love her?
(Giselle)
It's not enough to take the one you love granted
You must remind her or she'll be inclined to say
"How do I know he loves me?
How do I know he's mine?"

Well does he leave a little note to tell you you are on his mind?
Send you yellow flowers when the sky is grey?
He'll find a new way to show you a little bit every day
That's how you know
That's how you know he's your love

(Calypso Singer)
You got to show her you need her
Don't treat her like a mind reader
Each little something to lead her to believe you love her

(Giselle)
Everybody wants to live happily ever after
Everybody wants to know their true love is true
How do you know he loves you?
How do you know he's yours?

Well does he take you out dancing just so he can hold you close?
Dedicate a song with words meant just for you?
He'll find his own way to tell you with the little things he'll do
That's how you know
That's how you know he's your love
He's your love

That's how you he loves you
That's how you know it's true

Because he'll wear your favorite color just so he can match your eyes
Plan a private picnic by the fire's glow
His heart will be yours forever
Something everday will show
That's how you know (x5)
That's how you know he's your love
That's how you know
That's how you know he's your love





Encantada - Vai saber assim

(A Capella, Giselle)
Como ela sabe que a ama? (Robert: Ah, não, não canta)
Como ela sabe que é sua? (Robert: Tá todo mundo olhando. Não canta! Pra que cantar? Não tem nada a ver cantar, né? Vamos andar, né? Melhor...)
(Abdullah - Cantor caribenho)
Como ela sabe que ama? (Robert: você sabe essa música também?)
(Giselle)
Como você mostra que a ama?
(Juntos)
Como ela sabe que
realmente
você a ama?
Como ela sabe que ama?
Como você mostra que a ama?
Como ela sabe que realmente você a ama?
(Giselle)
Você não deve nunca ser indiferente
Demonstre o seu amor pra ela não dizer
"Como vou saber que ele me ama?" (Como ela sabe que a ama? Como você mostra que a ama?)
Como vou saber que é meu? (Como ela sabe que realmente você a ama?)

Acaso deixa um recadinho pra dizer que pensa em você?
Manda flores quando parece que vai chover?
A cada dia se encontra um jeito novo de dizer
E é assim
Que vai saber que é seu amor

(Cantor Caribenho)
Mostre que não está sozinha
Não ache que ela adivinha
Faça com que ela sinta e acredite que a ama

(Giselle)
Todo mundo quer viver e ser feliz pra sempre
Quer saber até que ponto o seu amor é seu
Como vai saber que ele te ama? (Como ela sabe que ama? como você mostra que a ama?)
Como vai saber que é teu? (como ela sabe que realmente você a ama?)

Acaso te convida pra dançar só pra te abraçar? (Robert: Eu não danço)
Faz uma canção somente pra você? (Robert: Eu também não canto)
Ele vai ter um jeitinho todo próprio de dizer
E é assim
Que vai saber que é seu amor
Que é seu amor

Vai saber assim que ele te ama
vai saber assim que ele é teu

Quando ele usar a sua cor favorita só pra te agradar
Planejar um piquenique a meia luz
Serão unidos pra sempre
Cada dia vai mostrar
E é assim que vai saber (2x)
E é assim que vai saber que é seu amor!
É seu amor!
Seu amor!


Como vestir o Sari



Depois da febre da novela, e essa invasão indiana no mundo ocidental, o Sari deixou de ser tão distante, mas mesmo assim, agente vê cada foto no orkut... aqueles saris embolados... tem uma galera que não tem a minima noção de como vestir um, então vamos lá, esta ai o passo a passo, simbora fazer bonito para os nossos gatinhos indianos.


1º Passo: Vista o choli (blusa curta para cobrir o busto) e a ghaghra (saia anágua), apertando muito bem a tira na cintura, ou abaixo do umbigo, como preferir.

2º Passo: Desenrolar o sari, verificando qual deve ser a parte de baixo (normalmente há uma dupla barra que circunda o tecido, tornando-o mais pesado nesta região, interrompida um pouco antes do final). Devemos começar a enrolar por esta ponta. Coloque cerca de 2cm de uma das pontas do sari dentro da saia. Dê uma volta completa com o tecido, mais meia volta, parando na altura do umbigo.

3º Passo: Faça algumas pregas, como se fosse uma sanfona, na parte do tecido que ficou na frente. Ajustar, em seguida, o restante do tecido que porventura ficar sobrando, colocando-o também para dentro da anágua. O truque é prender as pregas com um alfinete. Normalmente, as pregas se situam do lado direito do umbigo, mas podem ficar centralizadas no corpo.

4º Passo: Pegue o restante do tecido, que ficou à sua direita, passe pela frente do corpo em diagonal e jogue por cima do ombro esquerdo, sobre a blusa (a blusa normalmente é decotada, aberta na frente, forrada, mas com mangas transparentes e se situa logo abaixo do busto).

5º Passo: Com a ponta do sari caída nas costas, dá-se uma volta no corpo e prende-a na anágua, na altura da cintura esquerda. No ombro, prenda o tecido no choli com um broche ou alfinete. O que sobrou do sari pode ser jogado no outro ombro ou usado para cobrir a cabeça. Essa parte que fica caida sobre o ombro é chamada de Pallu.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010




    Amar

Que pode uma criatura senão,
entre criaturas, amar?
amar e esquecer,
amar e malamar,
amar, desamar, amar?
sempre, e até de olhos vidrados, amar?

Que pode, pergunto, o ser amoroso,
sozinho, em rotação universal, senão
rodar também, e amar?
amar o que o mar traz à praia,
e o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha,
é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?

Amar solenemente as palmas do deserto,
o que é entrega ou adoração expectante,
e amar o inóspito, o áspero,
um vaso sem flor, um chão de ferro,
e o peito inerte, e a rua vista em sonho, e uma ave de rapina.

Este o nosso destino: amor sem conta,
distribuído pelas coisas pérfidas ou nulas,
doação ilimitada a uma completa ingratidão,
e na concha vazia do amor a procura medrosa,
paciente, de mais e mais amor.

Amar a nossa falta mesma de amor, e na secura nossa
amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita.


Carlos Drummond de Andrade


sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Paixão:


Eu quero muito mais do que uma montanha de músculos, mais do que uma maquina de sexo, não quero um homen lindo ou rico, se quando ele olhar pra mim eu não ouvir o sinos tocando , eu não quero um modelo de beleza estonteante, se ele não me venerar, não me admirar, não estiver disposto a mover os céus e a terra pra me fazer feliz .
Eu não quero beijos de lábios frios, eu não quero sexo por sexo, eu quero ser a deusa de alguém, que enlouquece com o meu olhar e se entrega de corpo e alma com o meu toque, Um homen, de verdade!!!!


Devaneios de uma madrugada;
texto retirado do meu diário, dia desses.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Um Pouco de mim...


Texto tirado do meu diário do ano de 2005,era para ser o quem sou eu do orkut, mas achei muito confuso e acabei não postando, mesmo com a linguagem adolescente usada na escrita, eu consigo em identificar nos dias de hoje, exceto na ultima frase... hoje em dia meu conceito de felicidade mudou um pouco, devido as dificuldades da vida, hoje não sou tão feliz como eu era naquela época, mas aprendi a valorizar pequenos momentos felizes, que antes passavam despercebidos, hoje se tornaram fundamentais.
apenas copiei do meu diário virtual e colei, achei interessante não corrigir o texto.
Quem sou Eu?

Antes de me descrever , eu pensei bastante, cheguei até a ficar em dúvida, se eu for totalmente sincera minha descrição vai parecer confusa e até contraditória,pois sou tantas pessoas diferentes que teria que criar vários perfis pra conseguir me descrever por inteira.

Pra cada pessoa eu sou de um jeito,não que eu use mascara ou seja falsa, todas as minhas faces são reais, verdadeiras e intensas.

As vezes sou boba, acredito demais nas pessoas e me machuco quando percebo que não era nada daquilo, as vezes leio as pessoas como se fosse um jornal, então sei exatamente como devo agir com elas, fico tranqüila e segura.

Às vezes sou medrosa, gosto de ficar na minha conchinha pra ninguém me judiar, outras vezes sou tão forte que chego a assustar, pareço uma leoa defendendo as pessoas que amo, as minhas idéias e convicções.

Às vezes sou uma menina, gosto de ficar com minhas bonecas e ursinhos de pelúcia, eles me fazem bem.

Mas quase sempre tenho que ser adulta e cuidar de tudo e de todos( até quando não sou chamada)

Tem dias que sou tão bonita que pareço um anjinho, mas têm outros que consigo estar muito feia, às vezes me sinto sexy, outras vezes me sinto um E.T.

(não que eu considere os extraterrestres feios, pois tenho certeza que não são)

Pra muitos, eu sou uma idiota, pra outros eu sou uma líder,com uma palavra passo do ridículo ao admirável, não tenho necessidade de ser sempre o que os outros querem, não me obrigo ser sempre linda, nem sempre inteligente, nem sempre sensata,muito menos equilibrada, eu sou o que quiser ser, quantas pessoas me forem necessário ser,por que o que há de mais importante na vida e ser feliz e isso eu sou.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Homem Indiano, a descoberta do milênio


Até pouco tempo pára a grande maioria, a India era só um pais perdido no globo, talvez para as mais espiritualizadas, a India representasse um lugar para a grande busca interior, mas confessando ou não, 95% dessas mulheres apaixonadas, perdidas de amor, que largam tudo pra viver a aventura da vida, nem sabiam que continente se localizava a India.

O que fez essas mães, esposas, meninas, mulheres, descerem do alto do seu egocentrismo ocidental , para se jogar de cabeça em uma relação tão difícil e muitas vezes até perturbadora?

Será o sonho do príncipe encantado? Será o desejo de ser amada pelo ser humano que é, ou apenas um modo de fugir de amores possíveis e reais?

Cada uma tem sua história, mas a grande maioria vem de relacionamentos frustrados, com o coração sangrando, ou cansada de uma busca interminável pelo homem perfeito, que nem precisava ser tão perfeito, mas um homem que a respeitasse, e que a fizesse sentir amada.

Eu acredito que nem a mais fria das mulheres resistiria ao olhar doce de um indiano, olhos que desejam com uma pureza tão infantil e ao mesmo tempo tão avassaladora, que bagunça não só a nossa vida, mas também a deles, ou vocês acham que estava no programa? Ele simplesmente acordou um dia e disse, bom hoje eu não tenho nada pra fazer, então vou encontrar uma brasileira na NET, vou me apaixonar por ela, vou passar por cima de tudo que eu aprendi , vou correr o risco de ser feito de bobo, vou arriscar magoar minha família, vou me casar com ela ...claro que não, para a maioria, nós não passávamos de uma brincadeira no intervalo das aulas, uma “firangi” desocupada que se mostraria na cam...mas deu tudo errado, e ele descobriu que a firangi não era tão ruim assim, tão sem pudor, tão assanhada pra não usar um palavrão...

Ele descobriu que diante dele estava uma menina boba que teve que guardar a inocência para não ser engolida viva, uma menina cheia de sonhos de amor, incapaz de magoar alguém, tão doce, escondendo atrás do ar de mulher fatal que sabe o que quer, apenas a garota que um dia sonhou em viver um grande amor, que nunca chegou, então... Esses garotos, que outrora só queriam brincar experimentar o que é se apaixonar, namorar, antes de aceitar um casamento arranjado pela família, hoje se vêem encantados por essas meninas brasileiras, meninas de 40 anos, de 20 anos, meninas casadas, separadas, solteiras, sozinhas, donas de casa, professoras, médicas, brancas, negras, magras, gordas, mas todas meninas, despidas de todos os preconceitos, prontas para enfim, conhecer o que é o amor de verdade.

Eu não estou dizendo que todos os indianos são os príncipes que sonhamos, muitas vezes enxergamos o que queremos enxergar, mas posso afirmar que nem com todo o esforço do mundo um indiano consegue ser tão sacana quanto um brasileiro, eu gosto de compara los, a crianças levadas, olhe nos olhos de uma criança em suas peraltices, olhinhos brilhantes cheios de curiosidade... Assim são esses meninos que nos tiram o sono com seus ataques de ciúmes e doces mentiras, é claro que falta de caráter não é nada bonito, mas isso já é outra história, estou falando desses garotos que invadem nossos orkuts e em meio a milhares de dificuldades por viverem em um país com umas das maiores populações mundiais, arranjam tempo pra aprender nosso idioma e arriscam com aquele sotaque tão bonitinho um Eu te amo.......Ohhhhhhhhhhhhhh nunca essa frase foi soou tão bonita.

Que existem homens na índia, todo mundo sempre soube, alias e muitos homens, mas o valor de um indiano, o que ele pode representar na vida de uma mulher... Sem dúvida, essa foi a descoberta do século.

Hey, hey, hey! Mas não vale sair correndo a procura do primeiro príncipe de chocolate que cruzar o seu caminho!

Mas se um deles chegar à sua vida... Se entrega sem medo, talvez ele não seja o amor da sua vida, mas com certeza a sua visão do mundo nunca mais será a mesma.

E pra quem já se decepcionou, se magoou com algum indiano, ahhh... Essas coisas acontecem uma hora você encontra o indiano certo, mesmo que o seu HOMEN INDIANO nem tenha nascido na Índia, vá saber?! O que importa é ser feliz!!!!

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Voltei!!!!!


Eu sempre disse que não era uma boa blogueira.... mas desta vez me superei na bocabertice, deletei meu antigo orkut e pensei que o blog tinha ido junto, sempre muito, mas ja tinha feito!
muito tempo depois, acho que 2 dias atrás conheci uma amiga, leitora do blog( yesssssss alguem além de mim lê!) ela falou do blog e por curiosidade eu acessei o endereço, coisa que eu nunca tinha lembrado de fazer... e lá estava ele, abandonado... mas firme e forte! então acessei minha antiga conta , torcendo para que estivesse tudo lá ainda, e aqui estou eu, contando pra vocês o que houve.
bom... vou contar as novidades... estou cheia de novidades!
sobre meu amor.....
meu amor continua gigantesco, mal cabe dentro de mim, meu indiano cada dia é mais querido, mais amigo, mais leal e verdadeiro, todas as dúvidas e medos que agente tinha sumiram, depois de um tempo, as conversas são outras, os planos mais elaborados, as briguinhas terminam com o primeiro que não aguenta e ri, porque os motivos são bobos, até ciumes passa com um beijinho.....