domingo, 24 de junho de 2012

Feliz Aniversário Leen

Este mês em 15 de junho eu estava de aniversário....eu gosto desse dia, sei que isso significa que estou ficando mais velha, mas também vejo esse dia como mais um ano que tudo correu bem, mais um ano que vivi, seja como for, sempre temos mais motivos para agradecer a Deus.
Mas apesar de não ser uma pessoa triste, confesso que aniversário não é a mesma coisa pra mim, não tenho mais pai e nem mãe, isso resume tudo, eu tive uma familia perfeita, nós eramos tão grudados, unidos, complementando um ao outro, filha única, adotada, nunca soube o que era ter um irmão de verdade, cresci com o desejo de ver aquela casa cheia de outras crianças, por anos tive uma obsessão por ter irmãos, era só alguem sorrir pra mim pra eu ja considerar irmão ou irmã, e eu sofria horrores quando eles partiam, meus pais não adotaram mais ninguem, só eu, e me deram todo o amor do mundo, e eles sofriam comigo quando os irmãos que eu escolhi ao longo da vida me deixaram, cada um tem sua vida, niguem se apega a irmão, só quem nunca os teve, me lembro que minhas amigas diziam que eu que era feliz porque não precisava dividir nada, tudo era pra mim, mas e quem disse que eu não queria dividir, eu sempre quis, não me importava em ter os brinquedos mais caros, ou as roupas que eu quissese, eu queria era ter alguem pra chamar de mano, mana, e ter que dividir meu quarto, meus brinquedos, o amor dos meus pais.Eu nunca fui uma criança ciumenta, quando eu trazia um amigo pra casa e meus pais davam muita atenção eu ficava feliz, quando algum primo vinha passar um tempo com agente eu adorava, eu passei toda minha infancia sem saber o que era a palavra ciumes, meu coração era tão grande que cabia todo mundo, e meus pais tinham um amor tão infinito que eu sabia que tinha lugar pra todo mundo no coração deles também.
até hoje eu sinto muito amor,eu amo incansavelmente, incessavelmente incondicionalmente, talvez por isso seja tão fácil me magoar.
Como eu estava falando , sobre meu aniversário......desde que minha mãe se foi eu nunca mais tive um aniversário descente, as pessoas pensam que eu não me importo com essas bobagens, ninguém cantou parabéns pra min esse ano, ninguem foi me visitar, eu tentei fazer uma festinha e todo mundo disse que isso era bobagem, que eu tinha que sair pra jantar fora, coisa que os adultos fazem, por isso eu detesto essa coisa de adulto, sinto tanta falta da minha mãe, depois dela ninguem mais se importou em fazer um bolinho pra mim, sei que o pior sentimento é ter pena da gente mesmo, mas esse ano eu senti pena de mim.
na ultima noite que minha mãe passou em casa, antes dela ir para o hospital e nunca mais voltar, ela me acordou de madrugada, faltava poucos dias para o meu aniversário, e ela disse que queria encomendar muitos docinhos e salgados para o meu aniver, ela estava tão doentinha, eu não entendi porque ela estava falando assim, era só mais um aniversário, e ela disse que eu merecia uma festa bem linda porque eu sempre corria pra fazer festa pra todo mundo nos aniversários e eu não tinha quem fizesse pra mim, mas minha mãezinha estava enganada, eu sempre tive os melhores aniversários do mundo, mas a partir daquele ano eu não teria mais.No dia seguinte minha mãe foi para o hospital e depois de alguns dias foi meu aniversário, e ela não estava comigo, fiquei com ela no hospital e na hora de vir embora ela disse pra mim convidar minha tia para ir na pizzaria comigo, ela disse que não queria que eu ficasse sem comemorar meu aniversário, porque por toda a vida dela eu sempre tive meu bolo, meus parabéns com docinhos e salgadinhos, ela não queria que isso acabasse, eu levei as fotos e videos da noite na pizzaria para o hospital e todo mundo que estava por ali, outros pacientes, familiares, todo mundo viu as fotos, os videos no celular, e foi meu ultimo aniversário com minha mãe.
Um dia eu vou voltar a comemorar meu aniversário, com bolo e doces, um dia vai chegar alguem na minha vida que vai dar importância para isso como minha mãe e meu pai davam.
comemorei meu dia no facebook, com os poucos amigos que eu tenho.... e com uma das pessoas mais importantes que eu tenho, embora do outro lado do mundo,.mas um dia.... Um dia vou fazer a festa que minha mãe queria fazer naquele ano e eu não vou estar mais "sozinha."


Nenhum comentário: