quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Só mãe entende....

Meu bebê vai fazer 6 aninhos no próximo mês, parece que foi ontem que nasceu aquela coisinha amarela, antes do tempo, parecendo um pintinho, uma pequena Heleninha, um pedaço de mim, minha chance de fazer tudo de novo, de brincar de boneca de novo, de fazer roupinhas de Barbie, de ir pra escola....a escola pra mim sempre foi algo delicado, quem não assistiu o filme nunca fui beijada com Drew Barrymore assista e vai entender o que eu passei na escola.
sempre fiz de tudo para que ela não passasse pelas mesmas coisas que eu passei, sempre tratei como uma princesinha, não garota excessivamente mimada, isso não, eu sempre a ensinei a não depender dos outros, a ser forte, e o resultado foi muito legal, gosto do jeito dela, ao mesmo tempo tão parecida comigo e tão diferente, uma versão revista e atualizada, ela é melhor do que eu, mais inteligente, mais malandra, alias todas as crianças já nascem hoje em dia como dizia minha mãe , com a graxa escondida debaixo do casco, eles dão um baile na gente. Bom... minha princesinha, minha Barbie Sereia vai pra escola...fiz questão que seja a mesma que eu fui, o mesmo patio....as mesmas árvores, alguns dos professores ainda são os mesmos, quando eu fui lá no dia da entrevista, meu coração batia tão forte e descompassado, se eu fechasse meus olhos poderia sentir o cheiro de material de escola novinho, da minha mochila cor de rosa, dos meus cadernos encapadinhos, dos lápis de cor com minhas iniciais gravadas de gillete, e dela....da minha mãe, tão linda, tão perfeita como as mães são, esperando na fila comigo , ouvindo chamar meu nome, me levando pra sala de aula....esperando do lado de fora para o caso de eu chorar....mas eu não chorei não, nem naquele dia e nem nos outros, e nem nas vezes que puxavam meu cabelo ou me chamavam de gorda, nem quando escondiam meu material, eu nunca chorei, eu nunca contei pra minha mãe o que eu sentia, porque o que ela poderia fazer? naquela época ninguém sabia o que era bullying, eram só coisas de escola, mas coisas que eu não quero que a minha filha passe, eu já a orientei muito sobre isso, agente conversa muito, ela é muito franca, temos uma relação muito aberta,  coisa de século 21 mesmo, mas ainda assim eu vou ficar com os olhos bem abertos, é mais ou menos o medo que o Forest Gump tinha do filho dele ser bobo como ele, e ele ficou tão feliz quando no primeiro dia de aula tudo aconteceu tão diferente para o filho dele, sinceramente peço a Deus que com minha princesa as coisas sejam sempre mais fáceis, fiz de tudo para que ela fosse diferente de mim, mais esperta, mais bonita, e ela é,tão linda, parece uma modelo, uma mocinha, magra, sabe se impor...diferente da gordinha boba que conversava com passarinhos e se escondia atrás da professora. Mas independente de tudo isso, a escola é um lugar maravilhoso, e eu estou super ansiosa esperando o primeiro dia de aula chegar, material escolar preparado...mochila comprada, uniforme ok, cabelos extremamente bem cuidados....nova etapa de vida para ela, e para mim também....um novo recomeço, agora olhando as coisas de um outro angulo.


Nenhum comentário: