segunda-feira, 31 de julho de 2017

A Sombra de Pan

Sorrateiramente ele chega, quase sempre com uma palpitação discreta ou um pequeno tremor em qualquer parte do corpo. Se finjo não percebe lo, se o ignoro ele me balança, me faz dançar a sua música até eu perder o controle da minha razão, então eu sento no meu cantinho de sempre, e faço companhia a ele, tomamos um chá, jogamos um jogo mental meio macabro, ele sugere algumas doenças e eu rebato, justifico abusando do meu conhecimento, digo que é apenas mais uma crise, ainda que seja a segunda, terceira, quarta do dia, as vezes mais leve as vezes mais pesada, depende do dia. Depois que ele se satisfaz com minha atenção, ele vai embora, mas não leva com ele aquele medo profundo e intenso, aquela falta de garantia que não vai acontecer de novo, e de novo, e mais forte.

As vezes paro para pensar, como a vida era tranquila antes dele chegar, e me sinto culpada por reclamar de coisas bobas como uns quilinhos a mais ou não ter dinheiro para gastar com bobagens, é nessas horas que a gente aprender a valorizar coisas bobas como poder ir ao shopping sem ter que sair correndo no primeiro desconforto mental ou físico, porque basta um sapato apertado para que o medo de estar perdendo os dedos surja, basta uma picada de mosquito para render horas na internet pesquisando as milhares de patologias que causam manchas vermelhas, basta acordar resfriada para achar que tem alguma coisa errada com o sistema linfático, sem contar os desconfortos estomacais que outrora passavam desapercebidos, agora eles são apenas mais uma arma de tortura que "ele" usa para me desestruturar. Sem contar a tortura psicológica e a culpa. Várias vezes me peguei pensando o que eu fiz de errado, certamente a culpa é minha, minha fé deve ser pequena, eu devo ser fraca, logo que que sempre me senti tão bem com Deus, agora eu questiono minha fé, minha utilidade.Eu queria tanto passar a vida a limpo, eu certamente teria sido uma pessoa melhor, eu teria feito muita coisa diferente, não teria magoado tantas pessoas, ainda que eu nunca lembre de ter feito isso por querer. Eu teria me metido menos na vida dos outros, ainda que eu sempre tenha feito pensando que era bom, eu teria guardado meu coração, preservado mais minha imagem para não ter tanta gente me desejando mal, vai ver que isso conta. Eu não teria tentado fazer tanta coisa ao mesmo tempo, não me desdobraria em mim, não me estressaria por tão pouco, eu realmente faria tudo diferente. O nome dele é Pânico, ele muda a vida de tantas pessoas, ele acaba com os relacionamentos, ele afasta os amigos, ele acaba com os passeios, ele atormenta, ele transforma pessoas incríveis em coelhos assustados ao mero toque da sua flauta.

Hoje estou assim, assustada, acuada, confusa, não estou conseguindo usar minha fé para me livrar disso tudo, mas ainda que eu esteja sendo apenas uma sombra do que fui um dia, eu estou aqui, e ainda que minha fé pareça pequena, eu aprendi ao longo da vida, que é nesses momentos que nossa confiança tem que ser grande. Eu sei muito bem em quem confio, eu sei o Deus que eu creio e um dia isso vai passar, eu sei que vai.Talvez minha fé esteja mesmo pequena, mas minha confiança é gigante, e mesmo aqui debaixo, no fundo do poço, eu tenho um Deus que olha por mim. e isso o Pânico nunca vai tirar.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Recomeços

Ah se eu um dia eu acordasse desse sonho e minha mãe estivesse na cozinha tomando café com meu pai, novamente, vivos, cheios de saúde. Minha mãe comendo pão caseiro com nata, meu pai como de costume comendo alguma sobra da janta logo pela manhã e meus gatos ao redor pulando e ganhando provinhas das guloseimas enquanto meus cachorros comportados simplesmente esperavam na certeza que ganhariam sem precisar pedir. Eu juro que eu não reclamaria de ter que estudar, e não arranjaria tantos problemas, daria mais valor, seria não só a melhor aluna, mas também seria normal, aceitaria as regras, não seria uma rebelde sem causa como sempre fui, também não gastaria dinheiro como se desse em árvores. Eu seria uma pessoa mais centrada, eu nem reclamaria do despertador nas manhãs de domingo para ir à igreja, e eu não afastaria os amigos de mim como sempre fiz, na maioria das vezes por motivos bobos.
 Eu faria tudo diferente, eu aprenderia a tocar guitarra para ter mais assunto com "aquela pessoa" e aprenderia a lavar os talheres para que não haver brigas, eu com certeza teria arranjado um emprego de verdade e feito uma carreira, sem esperar tanto dos outros.
Não perderia tempo no telefone, não teria ficado anos na internet e principalmente não teria me entupido de comida para simplesmente chocar o mundo.
Eu teria feito tudo diferente, me meteria menos na vida das pessoas, reclamaria menos das coisas que eu não tenho e cuidaria das coisas que tenho comigo, eu seria uma filha melhor, uma namorada melhor, uma esposa melhor, e consequentemente eu seria uma mãe melhor, sem o peso que as dores nos trazem, eu teria dado irmãos para minha princesa logo nos seus primeiros anos, assim ela cresceria mais feliz, talvez com menos brinquedos, mas quem liga para brinquedos quando se tem irmãos? coisa que eu nunca tive, nem sei como é, e quando o coração me deu um irmão, ou a coisa mais próxima disso, a vida e as escolhas, os gostos sei lá o que nos afastou, assim como de outras pessoas que saíram da minha vida. Bom não posso me queixar, falei que não me queixaria, porque assim como muitos saíram da minha vida, outros tantos chegaram, a vida é assim, já me conformei.
Só sinto por saber que nada foi um sonho, e todos os dias que eu acordo, minha mãe e meu pai não estão na cozinha, e tanta gente que já fez parte da minha vida não está mais nela, separados pela morte ou até mesmo pela vida.

Hoje minhas opções para ser feliz são apenas duas, desistir e sair de cena, ou improvisar e fazer meu final feliz, aliás, não acredito em finais, mas acredito em recomeços.




A Dama e o Vagabundo



Depois de dias sem nos falarmos, ele furou o bloqueio e me alcançou no alto do meu pedestal, de repente me peguei sorrindo, feliz, orgulhosa por ter despertado algo tão forte em alguém que faz o possível e o impossível para estar perto de mim. E logo eu que sempre fiz o papel daquela que idolatra, que se entrega que faz loucuras por amor, que deixa a outra pessoa se sentindo 200% segura na relação, agora me vejo do outro lado, sendo bajulada, idolatrada, vendo minhas palavras serem bebidas e tidas como reza, hoje percebi que isso tudo mexe comigo, e logo eu tão certa das minhas vontades, tão segura dos meus desejos, me vi por alguns segundos totalmente boba, seduzida por aquele amor bonito que eu sempre tento deixar claroque é só uma amizade da minha parte.


Como esquecer a pessoa amada em 10 passos:

Hoje vou ensinar vocês como esquecer a pessoa amada em 10 passos:
1-......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
2-......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
3-......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
4-......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
5-......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
6-......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
7-......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
8-.....................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
9-......................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
10-...................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
:( Acho que vou ficar devendo essa postagem, mas tem muito camarada por aí que sabe fazer isso muito bem, alias sempre tem, um dia você é o ar dos pulmões e no outro você não é nada.Triste isso né?





Restos mortais de um Esquecido amor Inesquecível

Um dia vai parar de doer, mas esse dia não é hoje. Um dia vou esquecer o teu beijo, mas também não vai ser hoje.
Um dia não vou chorar quando ouvir o teu nome e nem vou acordar te chamando no meio da madrugada. 
Um dia será só uma lembrança Boa, a leveza da tua mão contornando meu corpo, o teu coração batendo junto com o meu. 
Mas não será hoje, porque hoje só existe buraco no meu coração, uma dor que mal me permite respirar, junto com meu último fio de esperança no amor, você saiu da minha vida assim como entrou, como um terremoto balançando meu mundo e deixando minha vida de pernas para o ar.
como esquecer? Como aceitar que nada mais do que saudade ficou? Como conviver com a culpa de não ter sido Boa o bastante? Não sei, aliás não sei se nada mais. Só sei que vou respeitar a tua decisão, não vou insistir, não vou tentar te fazer me entender. Só O que posso fazer é amar de longe e esperar que passe esse gosto de lágrimas na minha boca, esperar que passe a tristeza e o vazio que você deixou, mas eu já acostumei com a ideia de que isso não será hoje, porque hoje eu ainda respiro.


Procura se uma melhor amiga

Sabe do que eu sinto falta? de ter uma amiga, alguém que eu possa contar tudo e ter certeza que não vai me julgar. Mas o pior é que a cada dia esse tipo de pessoa fica mais raro, hoje o que existe são cobras criadas que vem coletar nossos dados e usar ali adiante contra nós.
você que tem uma amiga verdadeira, que te ouve, te apoia, fica feliz com as tuas conquistas, não te põe pra baixo, não te troca por macho, não briga por macho, não disputa macho com você...
Cuida bem dela, porque você tem um tesouro nas mãos.
Não existe relacionamentos perfeitos, amigo perfeito é só Jesus, mas também não precisa ser um filhotinho de satã para azarar sua vida com inveja, olho grande e ainda sair falando o que você fez e o que não fez, no primeiro surto psicótico que tiver.
amiga verdadeira entende, escuta, pondera as coisas, não vai atrás de fofocas, intrigas, papinho dos outros, ela senta e conversa, resolve com você as diferenças, e tudo volta a ser normal.
procura se uma melhor amiga! pra ontem.


                                                                                                                         Helena Leen